Ayurveda é o termo usado para designar a medicina originada na Índia há mais de 5 mil anos, a medicina tradicional indiana. Em sânscrito Ayur quer dizer vida, e Veda quer dizer ciência ou conhecimento. Portanto, ciência da vida. Nascida da cultura védica, foi desenvolvida por meio de observação profunda da natureza, do ser humano e da relação estabelecida entre estes. Considerada por muitos a “mãe” da medicina, já que dela partiram todos os outros sistemas de cura, como a medicina chinesa por exemplo.

É o sistema de cura mais holístico que existe. Trata o ser humano como um todo, corpo físico, mente e alma. Baseia suas técnicas terapêuticas na natureza, utilizando ervas, óleos, técnicas de massagem, meditações, orientação de prática de yoga, alimentação ideal baseada na avaliação da constituição de casa indivíduo, etc. Sempre com o intuito de equilibrar corpo, mente e alma, buscando uma conexão com a natureza e com o ritmo natural de cada indivíduo.

O Ayurveda é um sistema de cura natural que preza promover vitalidade, contentamento, longevidade com qualidade de vida, felicidade e bem estar geral, a manutenção da saúde, a prevenção de doenças. Portanto, serve a todos os seres em toda e qualquer fase de vida. Porém, quando a doença se mostra presente, significa que no corpo sutil ela já estava mais que instalada, que energeticamente já havia um desequilíbrio há muito tempo.

A proposta é fazer com que o indivíduo se conheça melhor, de modo mais profundo, percebendo melhor o ambiente em que vive, os ciclos da natureza e como ele se relaciona com eles, o ritmo de vida que lhe é mais saudável, a alimentação que lhe trás maior benefícios e digestão facilitada, enfim, tudo isso com o intuito de vivermos uma vida mais harmoniosa, equilibrada e feliz, respeitando nosso corpo, nosso ambiente e aos outros.

A terapêutica aqui, não é apenas “toma isso, faz aquilo, evite aquilo outro”, exige do paciente mudanças de hábitos, muita disciplina. Portanto não é fácil dar sequencia ao tratamento. Existem muitos hábitos que estão por demais enraizados em nós e temos tremenda dificuldade em muda-los, resistimos a estas mudanças. Mas é essencial que as façamos, visando uma “reeducação” completa de si, um retorno a nossa forma natural, observando desde o que comer, em horas comer, em que horários estamos mais dinâmicos para exercer nossas funções profissionais com maior eficiência, que práticas físicas nos ajudam, como podemos acalmar a mente com a meditação, entre tantos outros hábitos não muito corriqueiros. O paciente pratica a auto-cura, cuidando de si com os “instrumentos” oferecidos pelo Ayurveda. A prevenção, manutenção da saúde ou a cura de um mal vai se dar por consequência de um frequente cuidado de si.

Um comentário

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>