Em sânscrito, bandha significa travar para segurar ou apertar. Também se refere a um bloqueio por si só. Existem 3 principais bandhas no corpo e um quarto que os unem. Os antigos filósofos yoguis disseram que quando você domina os bandhas, você chega ao topo da prática do Yoga, a prática do lado de fora – flutuando dentro e fora dos asanas, segurando por longos períodos de tempo e gerenciando novas posturas – e a prática no interior – concentração consistente em um único ponto, fôlego estável e longo e uma mente calma e clara. E em um sentido moderno e ocidental, os bandhas podem ajudar a regular e controlar todos os sistemas internos, hormonal, sexual, metabólico, digestivo e muito mais. Os bandhas são um fator crítico para você e o seu Yoga. Note-se, bandhas não devem ser praticados durante a gravidez.

Mula Bandha: De certa forma, Mula Bandha é o bandha mais fácil de explicar. Imagine que você está no meio de um engarrafamento há três horas a caminho do aeroporto, a estrada se transformou em um estacionamento e você tem que fazer xixi. Ou – senhoras – você está vestindo um shorts curto e branco, caminhando pelo parque e nota o começo de seu período menstrual um dia mais cedo. Os músculos que você instintivamente contrai para puxar e segurar o que está teimando inundar a parte de fora, pode ser geralmente considerado Mula Bandha ou pelo menos a região do Mula Bandha.

Mula-Bandha-Image

 

Agora não se desespere! Lembre-se de que, no começo, pensamos que tudo isso é bobagem também. Mas a verdade é que Mula Bandha deve ser ativado ao longo de toda a sua prática. É isso mesmo: uma hora ou uma hora e meia. Há inúmeras razões, mas pura e simplesmente pense nele como uma trava que permite que a sua energia flua para cima, não para baixo e para fora. Se sua energia é forçada a fluir para cima, ficando dentro de você, ela vai crescer exponencialmente, deixando você com aquela sensação incrível de “flutuação”. Ele também irá permitir que você flutue ao caminhar, em que o Mula Bandha ativado permite que você seja mais leve ao movimentar seus membros e portanto, mais leve em seu andar. Esta leveza impede a fadiga quando o professor, por exemplo, faz você manter uma postura sobre a qual parece ser por uma eternidade, ou fazer o Chatarunga pela centésima vez. Em um sentido mais fisiológico, Mula Bandha estimula os nervos pélvicos, o sistema genital, o sistema endócrino e o sistema excretor. Também alivia a prisão de ventre e depressão.

 

Uddiyana Bandha: Movendo-se do Mula Bandha temos a segunda bandha, Uddiyana. Em sânscrito uddiyana significa voar para cima ou para se levantar. Esta “trava que voa” é, assim, o seu interior Uddiyana-Bandha-Imagevoando para cima, ou seja, sua energia intangível, tangível, do diafragma, do estômago e dos órgãos abdominais.

Para encontrar Uddiyana Bandha: começar em pé a cerca de um metro de distância. Inspire pelo nariz e eleve os braços para cima, ao lado de seus ouvidos. Expire pela boca e dobre o corpo para a frente colocando as mãos um pouco acima dos joelhos. Sem inalar, feche os lábios, estique os cotovelos, e sinta sua parede abdominal e os seus órgãos; empurre-os para cima e para trás e depois para os lados.

Uddiyana Bandha pode ser um dos aspectos mais transformadores em sua prática, especialmente à medida que se avança. Ele move a energia para cima, com muito mais força do que o Mula Bandha, permitindo que você inverta e pule mais facilmente, assim como um flutuador para a frente e para trás, com mais ânimo e leveza, e possa se torcer mais profundamente. Porque a parede abdominal fica pressionando os órgãos e tecidos da cavidade abdominal para trás, Uddiyana Bandha cria uma massagem suave para os músculos internos mais profundos da parte inferior das costas.

Em um sentido mais dia-a-dia, Uddiyana Bandha é o remédio final para doenças abdominais e estomacais como prisão de ventre a indigestão. Ele estimula seus sucos digestivos, aumentando o seu metabolismo e tonificando os órgãos abdominais sobrecarregados. Ele também equilibra o sistema adrenal, aliviando o estresse, letargia e tensão.

Jalandhara Bandha: Em sânscrito, jal significa garganta e dharan significa fluxo ou vazão. Assim, no sentido mais básico, jalandhara Bandha pode ser considerado a trava da garganta, que controla o fluxo de energia nos nervos e vasos sanguíneos do pescoço.jalandhara_bandha_image

Para encontrar Jalandhara Bandha, sente-se alto, ou em uma posição confortável de pernas cruzadas. Coloque a palma de suas mãos sobre os joelhos. Inspire lenta e profundamente pelo nariz, em seguida, traga o queixo em direção ao seu pescoço e levante o esterno levemente. Pressione suas mãos para baixo e estique os cotovelos, recue ainda mais o seu queixo, e retenha o maior tempo possível. Para sair, levante o queixo, inale o restante da capacidade em seus pulmões e expire.

Ao contrário dos dois primeiros, Jalandhara Bandha é normalmente realizado em combinação com práticas de respiração específicas e raramente é feito por conta própria. Dito isso, é imensamente poderoso, pois comprime o peitoral nas principais artérias do pescoço, ajudando assim a regular os sistemas circulatório e respiratório. A pressão na garganta ajuda a equilibrar a tireoide e o metabolismo. E se ninguém está olhando para você no trabalho, envolva Jalandhara Bandha como um gatilho imediato para o relaxamento mental, bem como alívio do estresse e raiva.

 

Maha Bandha: Este o grande Kahuna. Maha em sânscrito significa grande e Maha Bandha é a combinação de todos os três bandhas citados.Maha-Bandha

Sente-se numa cadeira confortável, sobre  suas pernas ou de pernas cruzadas, palmas das mãos sobre as coxas ou joelhos. Inspire profundamente pelo nariz e expire completamente pelo nariz. Aperte até que a última gota de ar esteja fora. Sem inspirar, envolva Mula Bandha, em seguida, ative o Uddiyana Bandha. Inspire um pouco e levante o peito e de lá envolva Jalandhara Bandha. Retenha, pressionando as palmas das mãos para baixo, o maior tempo possível. Quando você tiver o suficiente, levante sua cabeça, inale totalmente e libere todos os bandhas.

 

Maha Bandha fornece os benefícios de todos os três bandhas e regula todo o sistema endócrino. E, como um plus, propicia-lhe maior facilidade para atividades de natação e corrida.

 

(Revisão gramatical: Ida Gouveia/Oficina das Letras)

3 comments

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>