Na última publicação sobre anatomia, ilustramos como ativar o abdômen relaxa os músculos das costas e fornece suporte a região lombar no asana Uttanasana. Isto pode ajudar a prevenir tensão sobre a parte inferior das costas nos asanas com dobramento

Três músculos que formam a parte posterior da coxa

Três músculos que formam a parte posterior da coxa

frontal. Nesta publicação mostraremos como a parte posterior da coxa (isquiotibiais) pode afetar a parte inferior das costas. Nas próximas publicações ilustraremos como usar um importante reflexo no cordão espinhal para ganhar comprimento nós músculos da coxa posterior.

A parte posterior da coxa é composta por três músculos separados –semimembranosussemitendinosis, e bíceps femoris . O bíceps possuí duas cabeças (“pontas”) sendo uma longa e outro curta. Já o semimembranosus semitendinosis e a longa cabeça do bíceps  originam-se do tuberosidades isquiáticas (ossos da região que sentamos). A cabeça ou “ponta” curta do bíceps origina-se dá parte de trás do fémur (osso da coxa).

 

Utanasana: Parte posterior da coxa libertando a inclinação para frente com o movimento acoplado da espinha em extensão (menos flexão)

Utanasana: Parte posterior da coxa libertando a inclinação para frente com o movimento acoplado da espinha em extensão

semimembranosus e o semitendinosus inserem-se no lado da tíbia (parte inferior da perna). As duas cabeças (pontas) do bíceps juntam-se no tendão que por si  insere-se na cabeça (ponta) da fíbula na parte de fora do joelho. A principal função dos três músculos da região posterior da coxa (isquiotibiais) é de dobrar o joelho, rotação do joelho e a de estender o quadril.

Com essa parte do corpo curta, puxa-se os tuberosidades isquiáticas (ossos da região que sentamos). Este efeito projeta a pélvis em retroversão, inclinando-a para trás e esse movimento afeta as articulações próximas por move-las de forma acoplada. Quando a pélvis inclina-se para trás, as vértebras lombares flexionam-se para frente desta forma  quando curvamos em uma postura para frente, mais flexão acontece na espinha lombar. Este processo não é saudável pois força os ligamentos ao redor da coluna e também excessivamente comprimi os discos intervertebrais. Progressivamente, alongar os músculos posteriores da coxa pode ser importante para praticar posições de dobramento frontal com segurança.

 

Utanasana: Parte posterior da coxa direcionando a pélvis em retroversão e o movimento acoplado deixando a espinha flexionada.

Utanasana: Parte posterior da coxa direcionando a pélvis em retroversão e o movimento acoplado deixando a espinha flexionada.

Com esses músculos relaxados permite que a pélvis incline-se para frente. A espinha lombar acopla com este movimento direcionando para a extensão. Isto ajuda a retirar a força dos ligamentos e discos, preste atenção nas ilustrações ao lado para ver o conceito em prática.

Obrigado pela atenção e fique atento na próxima publicação, quando mostraremos um método simples para utilizar a fisiologia muscular para ganhar alongamento na parte posterior da coxa nas posições de dobramento frontal e potencialmente aliviar a força projetada na parte inferior da coxa.

Dê uma olhada nos livros da Bandha Yoga em português na página da Traço Editora para aprender mais como combinar a ciência ocidental com a arte do Yoga…
Namastê
Bandha Yoga & Traços Editora

4 comments

  • Sinto muita dor no músculo posterior da coxa, mais precisamente na região mais baixa, próximo ao joelho, são sou da área de saúde e tive um pouco de dificuldade ao entender, a minha dúvida é: com essas dores posso continuar praticando ou será uma lesão é preciso aguardar a recuperação?

    Obrigada

  • Mariana, quanto tempo você sente essas dores? e Você pratica Yoga?

    Essas dores aparecem na parte posterior da minha coxa quando não aqueço ou se tenho um intervalo muito grande entre minhas praticas.

    Hoje em dia, quando pratico de manha, começo bem leve a ativar esses músculo com saudações ao sol para depois executar posturas mais avançadas. Outra dica que funciona bem é para dias que não pratico, eu permaneço em Uttanasana por 5 minutos de manhã e noite.

    E por fim, descobri essa simples e muito boa massagem com as bolas de tênis. Você pode sentar-se no chão e colocar as bolinhas debaixo da área dolorida e massagear, muitas vezes a lesão é acumulo de acido e ao massagear você dissolve e a dor vai amenizando.

    http://boa-yoga.com/curas-alternativas-massagem-com-bola-de-tenis/

    Acho que a dor é cronica, vale a pena visitar o médico para ter um melhor diagnostico e tratamento.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>