Lindo dia Yogues!

Seguimos agora com a última parte sobre  o tema chakras. Eu espero que você tenha gostado; fique a vontade para enviar perguntas e sugestões .

Para quem fez o teste, e ficou em dúvida sobre como identificar os desequilíbrios dos chakras, oriento que apenas se deixe levar pela própria consciência; mas, para conhecer melhor sobre seus chakras, procure uma boa Terapeuta holística. Mas para facilitar o entendimento, essa semana descreveremos o estado dos mesmos 7 chakras, quando se encontram harmonizados.

Assim, você pode comparar com os seus chakras, e confirmar quais deles se encontram em mais desequilíbrio.

Muladhara – Quando o primeiro chakra está equilibrado você tem força de vontade e perseverança para enfrentar as dificuldades. Você tem garra para conquistar seus objetivos, se sente capaz para realizar seus objetivos no plano físico. Você sente vontade de viver, se sente devidamente ancorado com a vida física e material. Se sente disposta, animada, mas sem perder o senso de realidade. Você sente vitalizada fisicamente.
Swadhisthana – Quando o segundo chakra está equilibrado você é instintivamente alegre, sente coragem de viver, sente paixão pela vida, é flexível emocionalmente, tem auto aceitação. Sente prazer na união sexual, não tendo problemas quanto ao seu prazer sexual. Seus sentimentos fluem livremente e se expressam sem você perceber. Você é criativa com suas emoções e sentimentos.
Manipura – Quando o terceiro chakra está equilibrado você tem suficiente autoestima, se sente no controle de si mesma e confiante. Você se sente impulsionada para viver suas emoções, sente vontade de liderar sua própria vida, mas não impõe suas visões com autoridade ou agressividade. Sente amor pela vida, consegue definir bem seus propósitos, se sente apta a experimentar a vida em plenitude, tem força para enfrentar as dificuldades, tem equilíbrio na intuição, tem ternura e boa vontade.
Anahata – Quando o quarto chakra está equilibrado você é piedosa, amável e tem relacionamentos harmoniosos. Sente amor próprio e pela humanidade, verdadeira compreensão da compaixão e benevolência, aceitação, bondade, disponibilidade para o perdão, se sente motivada a ajudar o próximo, conecta-se com a sabedoria da própria vida e a sabedoria universal, é consciente de si e do outro, dá consistência e vitalidade às aspirações amorosas, tem fé na vida e nas pessoas.
Vishuddha – Quando o quinto chakra está equilibrado você flui criativamente independente de sua arte, tem sensibilidade quanto ao sutil de cada coisa, tem o dom da palavra e do conhecimento, discernimento quanto aos produtos da mente que se transformam em palavras. Você se sente confortável no silencio. Tem o intelecto claro, independência, idealização, senso de planejamento. Força de vontade e capacidade de tomar decisões. Também pode ter equilibrada clariaudiência.
Ajna – Quando o sexto chakra está equilibrado você tem boa intuição e tende a sonhar discernindo a realidade. Tem percepção em relação ao universo que o cerca, entendimento do próprio caminho, fé e devoção em equilíbrio, carisma, magnetismo, força, sabedoria, capacidade em concentrar-se e foco no objetivo.
Sahasrara – Quando o sétimo chakra está equilibrado você se sente realizada além do plano físico, tem profundo entendimento quanto á essência da criação, se sente realizada mesmo não compreendendo tudo mentalmente, racionalmente ou intelectualmente. Sente-se capacitada a transformar-se internamente, sente-se espiritualizada. Sente-se integrada ao Eu Superior, tem fé profunda e confiança na verdade superior que fala em seu coração. Sente-se liberta da forma, consegue sublimar as imperfeições, é espiritualizada, corajosa, forte, firme até nas questões mais sutis. Une-se à própria vida com amor e dedicação, tem capacidade de abstrair a mente dos sentidos e mesmo assim manter-se consciente. Tem discernimento da vida, da morte, da consciência e do sonho.

NOTA: Pessoal, na postagem da semana passada eu disse que publicaria sobre o segundo Yoga Sutra de Patanjali, porém, concluí que ficará muito extenso; então continuarei com o tema “Sutras de Patanjali” na semana que vem! Grata a quem está acompanhando, envie suas sugestões.

Com amor,

Dani da Terra

RECEBA O BOA YOGA POR E-MAIL