serratus

Ativando o serrátil anterior
para expandir os pulmões.

Como muitos de vocês sabem, eu estudei Yoga por um longo período no Iyengar Memorial Yoga Institute Ramamani em Pune, Índia. Os Iyengars são verdadeiros especialistas na respiração iogue  Durante meus estudos, eu estava exposto a grandes ensinamentos sobre pranayama de Yogacharya Iyengar, Geeta sua filha, e Prashant filho. Essas aulas foram incríveis; os efeitos duravam dias.
Eu continuei a praticar pranayama quando voltei da Índia e, gradualmente, desenvolvi uma compreensão da arte. Durante este processo, utilizei minha formação médica para analisar as técnicas de respiração. Achei que eu poderia usar a ciência ocidental para amplificar os efeitos do pranayama.

 

Parte do pranayama envolve respiração profunda. O corpo tem um grupo de músculos que recruta quando precisamos respirar mais fundo, por exemplo depois de uma corrida. O recrutamento desses músculos do peito se expande para uma extensão maior do que quando se utiliza o diafragma sozinho. O resultado é um aumento do volume inspiratório e ventilação pulmonar melhorado (no nível alveolar). Ocorreu-me que, intencionalmente, envolver estes músculos respiratórios aumentaria o volume das minhas inspirações durante pranayama e na prática de asanas. Então eu desenvolvi uma série de dicas para ativar os músculos acessórios diversos e incorporei-os em minha prática. O efeito foi imediato e surpreendente. Depois de concluí minhas práticas, senti minha respiração sem esforço, deixando-me energizado.
Como isso é Bom?

Então, aqui vai uma sugestão para ativar um dos meus músculos acessórios  favoritos , o serrátil anterior (SA) e seus amigos, os rombóides.

Pare por um segundo. Descanse as mãos sobre as coxas. Agora, expire naturalmente e em seguida, delicadamente projete os ombros para trás trazendo  as escápulas (omoplatas) para a coluna vertebral. Ao inalar, imagine pressionando os lados de seus ombros e braços contra uma parede imaginária, como um batente da porta. Sinta  o peito é ampliado . Repita esta sugestão mais duas vezes antes de continuar. . .

 

chainBem Vindos De novo. . .

Os rombóides (maior e menor) originam os processos espinhosos das vértebras cervicais – seis e sete  e as vértebras torácicas de um a quatro, inserindo-se na borda medial da escápula e agem para estabilizar e projetar as escápulas em direção à linha média. O serrátil anterior originam-se das costelas um a nove e insere se no interior de toda a margem medial da escápula. Se a escápula é fixa (por envolver os rombóides), então contrai-a os elevadores serráteis anteriores para  expandir a caixa torácica. Apenas concentre-se sobre essa ação no momento.

Agora repita os passos acima –  Expire de forma relaxada, em seguida, projete a escápula para a linha média e estabilize-as usando os rombóides (sinta-se como o que amplia é o peito para frente). Então, quando você inala, tente pressionar os ombros para fora contra uma parede imaginária. Expire relaxadamente e repita mais duas vezes.

Você percebe como é mais fácil de envolver esses músculos na segunda vez? É por isso que eu lhe pedi para fazer uma pausa, ler sobre a anatomia, e tente novamente. Durante o breve período que estava lendo, seu cérebro

rhombinconsciente formava um novo circuito para ativar esses músculos importantes de forma mais eficiente. Para ver este processo de expansão no peito em ação, nós criamos um vídeo que ilustra este conceito com os rombóides e outro músculo acessório da respiração, o peitoral menor. Isso lhe dará uma ideia de como a caixa torácica se expande ao ativar os acessórios.

Use esta sugestão quando você praticar. Por exemplo, como você faz Surya Namaskar, quando você inala a levantar braços acima da cabeça em Tadasana, imagine pressionando os ombros para fora contra a parede. Experimentá-lo em outras posturas assim por diante. Esta técnica é especialmente eficaz para Vinyasa Flow.

Dê uma olhada nos livros da Bandha Yoga em português na página da Traço Editora para aprender mais como combinar a ciência ocidental com a arte do Yoga…

Namasté

Traço Editora e Bandha Yoga

Um comentário

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>