Saber sobre a história é importante, nos mantém conectados e dá perspectiva. Mas como em qualquer assunto, ela pode ser complexa e confusa. Muitos perguntam e discutem sobre qual é a idade dos asanas ou de práticas meditativas. A resposta varia de professor para professor e é transmitida para seus alunos dando a entender que a resposta é  depende...

Muitos dos asanas praticados em estúdios de Yoga hoje em dia  não têm mais que cerca de 80 anos. Na verdade, muitos deles não têm mais que 5 a 20 anos  Há muitos indicativos que comprovam que o Yoga moderno é uma mistura de Yoga indiano e ginástica ocidental desenvolvido pela primeira vez em um castelo em Mysore, Índia, pelo grande mestre Krishnamacharya.

Muitas pessoas podem achar pura invenção mas é isso ou: o Yoga é mais do que apenas um conjunto de posturas desenvolvidas para ficar em forma. Yoga também inclui meditação e técnicas de pranayama simples e sofisticadas, a medicina holística (ayurveda), filosofia e cosmologia. E sua história total é muito mais que de  80 anos, pelo menos alguns milhares de anos.

Concordando que Hatha Yoga pode ser dividido em pelo menos três períodos – moderno, medieval e antigo – e que o Yoga inclui mais do que apenas um conjunto de exercícios físicos, incluindo práticas preliminares e avançadas para o corpo, mente e espírito, então não há muita evidência arqueológica, linguística, textual, genética para sugerir que o Hatha Yoga tem pelo menos 1500 anos, que o Tantra tem pelo menos 6 mil anos, que a filosofia do Yoga tem 3.500 anos e que goraksasana (Um complexo Bhanda Hatha Yoga) foi praticado há mais de 4 mil anos.

Dependendo da sua perspectiva do que é o Yoga, existem várias maneiras de olhar para a história do Yoga, igualmente válidas, mas diferentes perspectivas para se manter em mente:

  • Se o Yoga é colocado como sinônimo da moderna Hatha Yoga, como nos ensinamentos de Krishnamacharya, você pode argumentar convincentemente que sua história não é mais do que 80-100 anos. Algumas posturas foram criadas apenas de 5 a 10 anos atrás e muitas outras são criadas nesse momento.
  • Se o Yoga inclui práticas tradicionais do Hatha Yoga preservados em textos como o Hatha Yoga Pradipika, o Shiva Samhita e o Gheranda Samhita, a história do yoga tem cerca de 1000 anos de idade.
  • Se o Yoga inclui Yoga Sutras de Patajali e suas práticas associadas, a sua história é de cerca de 2.200 anos de idade.
  • Se o Yoga inclui os ensinamentos sutis de Astavakra,* que escreveu o Astavakra Samhita descrevendo uma filosofia que é não-dual e vedanta por natureza, enquanto seus ensinamentos práticos foram tântrico, a história yoga tem cerca de 2400 anos.

* (Astavakra  ensinou que asanas devem ser praticados de forma lenta e realizados em determinadas posições por um determinado período de tempo para ter efeito nas secreções glandulares e, assim, refletir na saúde e humor. Mayurasana [Posturas do Pavão] pode assim ser praticado para superar o medo [incluindo o medo de falar em público] e alguns problemas digestivos.)

  • Se o Yoga inclui os ensinamentos inspiradores e profundos da filosofia e práticas descritas nos Upanishads e Bhagavad Gita, a história do Yoga tem 2.700 anos
  • Se o Yoga inclui a co-mistura longa e complexa das civilizações védicas e tântricas (Shaiva) e sua literatura associada e ensinamentos verbais, então evidências literárias, arqueológicas, linguísticas e genéticas sugerem que a história do Yoga tem cerca de 7.000 anos

Durante o tempo da civilização no Vale do Indo (2000-4500 a.C.), as védicas escrituras do Atharvaveda, Yajurveda e Samaveda foram desenvolvidas na Índia. Rigveda tinha sido composta antes e principalmente fora da Índia. O Atharvaveda foi muito influenciado pelo Tantra. Evidências arqueológicas do Hatha Yoga e posturas de meditação (ver arqueólogos John Marshall e Jonathan Mark Kenoyer e indologistas Heinrich Zimmer e Georg Feuerstein, entre outros).

Enquanto o roteiro no Vale do Indo é Dravidyan, de acordo com indologista Asko Parpola, evidências arqueológicas apontam influência para uma cultura mista de Shaiva Tantra (Dravidyan) e védica (ariana), assim como hoje na Índia. (Devido à desarmonia entre a religião, castas e políticos, este período da Índia é muito debatido, mas a ciência está construindo lentamente um consenso).

A maioria do que nós associamos como filosofia, rituais religiosos e mitologia vem da tradição védica e, a grosso modo, o que nós associamos com o Yoga como uma prática originou-se da tradição tântrica (também chamada de Shaivismo). Ao longo de milhares de anos, essas tradições se fundiram e criaram o que costumamos chamar de Hindu Tantra.

Ou seja, diferentes yoguis inventaram filosofias e escolas diferentes, as práticas que eles tinham em comum pode ser caracterizada como tântricas, não védicas. Não surpreendentemente, o Hatha Yoga Pradipika (1400 d.C.) não foi escrito por sacerdotes védicos, mas foi escrito por yoguis tântricos da escola Natha de Tantra.

Então, se o seu ponto de vista é que o yoga é sinônimo do Hatha Yoga contemporâneo ou baseado nas posturas, então você pode argumentar que a história não é muito mais velha do que Krishnamacharya. Mas se a sua perspectiva é de que o Yoga inclui tais textos maravilhosos como o Bhagavad Gita e Yoga Sutras de Patanjali, bem como os antigos ensinamentos tântricos de meditação e kundalini, então a história do Yoga é alguns milhares de anos mais velha que Krishnamacharya. Na verdade, o próprio Krishnamacharya não afirmou ser o criador do Yoga, ele simplesmente modificou o que tinha aprendido com seus professores. E nesse espírito de reinvenção contínua, a história do Yoga vai seguir em frente…

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>