Ser flexível é uma habilidade que muitas pessoas gostariam de ter mas poucos dedicam o tempo necessário para ter flexibilidade. Tenha certeza que no dia que você pensar “Estou mais flexível que algum tempo atrás” você irá encontrar mais obstáculos nesse caminho. Algumas dicas podem ajudar nesse processo:

Nem sempre corpo aquecido e alongamentos preparatórios são ideais. Quando começamos a praticar Yoga ou somente alongamentos a facilidade de alongarmos quando aquecidos é claramente mais fácil mas é importante trabalhar para fazer o mesmo alongamento quando frio. Essa abordagem leva mais tempo e cuidado , alongando, descansando e alongamento diversas vezes é o caminho.

Chegue até o ponto do alongamento lentamente, Até mesmo quando você estiver fazendo um alongamento “errado”, indo até o ponto de alongamento lentamente cria a oportunidade de sentir o seu corpo e fazer mudanças quando você sente dor.

Movendo-se suavemente significa que você tem o controle e é mais provável que irá mais profundo no alongamento sem machucar a si mesmo em vez forçar seu caminho .

Aprendendo a diferenciar as diferentes dores, vai levar tempo e prática. Divida em duas categorias de dores as articulares e musculares. Dor nas articulações é a principal de observar. Ela pode ser afiada e originar-se próximo ou na articulação. Se esse for o seu caso , pare de aprofundar o alongamento , varie sua posição, ou varie a tensão em seu corpo para ver se você encontra uma posição e uma forma de variar a tensão para que não tenha nenhuma dor, mantendo a intenção do alongamento.

Tensão no ligamento é outra sensação que dever ser assistida com atenção. Seja cuidadoso variando se tiver tensão no ligamento ao redor do joelho. Ao redor do quadril pode ser aperto que com a prática você pode soltar. Explore lentamente ao longo de semanas e meses.

Faça Ajustes, começando lentamente você irá ter a oportunidade de  fazer ajustes na forma como você faz um alongamento e preveni a dor. Questione sempre o que você sente, será que o seu corpo tem o apoio de que necessita? Se não, como dar apoio. Adicione tensão onde é preciso para que outras partes do seu corpo possam relaxar.

Fique Consciente, de como você alonga, ficar ciente do que você esta sentindo habilita fazer ajustes no momento.

Se você não pode sorrir do lado de fora, não irá sorrir por dentro quando você está alongando. Dificuldade é apenas um estado de espírito. Mude sua mente e você mudará a sua experiência.

Não tenha medo de alongar sendo de barriga cheia , nesse caso, torções podem se desconfortáveis mas outros alongamentos não ou alonga com fome, mantenha sua consistência. Essa é a unica forma de progredir.

Não tenha medo de parar e pensar se você sentir dor quando no alongamento. As vezes é melhor para refletir e corrigir, as vezes você pode até alongar de forma incorreta mas com atenção e escutando o seu corpo você irá construir mecanismos de correção. Outra coisa muito importante é não achar que você é flexível, isso pode ser um convite para uma nova lesão

Mesmo quando já sentimos nossos corpo flexíveis de uma forma geral ou em certas posturas, sempre leve em consideração os pontos discutidos e ao executar uma nova postura tenha cuidado no incio e aumente a intensidade com o seu avança e preste atenção em quaisquer sinais de meu corpo está enviando para dizer que algo não está certo.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>