Seu relacionamento com o Yoga termina assim que a aula chega ao fim?
Pois não deveria, se você age assim, então não está fazendo yoga, mas apenas uma atividade física.
Yoga não é apenas uma série de asanas, yoga é quem e o que você vai SER.

Agora que estamos esclarecidos, seguem dez atitudes para considerar se você quer SER um yogui:

1 – Tolerar

Respeite todas as pessoas e todas as escolhas. Se você usa as suas escolhas para se sentir melhor do que os outros, você perdeu. Yoga é sobre aprender a tolerar e entender que cada um tem seu próprio tempo, seu próprio caminho, e sua própria cultura. É preciso encontrar o ponto que temos em comum, e não concentrar-se nas diferenças.
O yogui é uma ponte, e não uma muralha.

2 – Silenciar

Você não precisa falar o tempo todo sobre a sua experiência com a yoga, isso pode afastar as pessoas em vez de interessá-las. Além disso, o que as pessoas realmente veem é o que você FAZ.
Se você tiver oportunidade e sentir que é o momento, então é sua hora de:

3 – Falar

Saber quando falar é tão importante quanto saber silenciar.
Se você perder a oportunidade de falar com alguém sobre a sua experiência com a yoga, não estará praticando de verdade.
E quando falar, lembre-se de:

4 – Amar

Se yoga é união, como podemos nos unir sem a força do amor?

Pratique atos aleatórios de gentileza sempre. Diga palavras de amor
E quando sentir vergonha de falar palavras de amor, lembre-se de quantas vezes você facilmente proferiu palavras de ódio. Nunca deixe de expressar amor.

5 – Doar

Saber receber e saber doar é fundamental. Você precisa doar, e saiba que as melhores doações são simples e não custam nada: um sorriso, uma oração, uma palavra, sua presença.
Uma das coisas mais importantes que um yogui pode doar é a sua presença, mostrando que está ali para a pessoa sem distrações, sem mexer em seu celular, sem pensar em outra coisa.
Para mais ideias de doação, dê uma olhada na CORRENTE DO AMOR 

6 – Perdoar

Como você pode ser um yogui carregando a bagagem pesada do rancor? Se você não esvazia o seu copo, como receberá novas águas?

Muitas pessoas dizem que você precisa perdoar para se livrar do peso do passado, para abrir o coração novamente, para ser livre. Mas existe um significado muito maior no ato de perdoar que ninguém nunca te contou, e você precisa saber para mudar sua vida.

Você perdoa as pessoas para lembrar DE QUEM VOCÊ É.

Perdoe para recordar quem você realmente e o quanto você consegue amar.

Perdoe a todos, e principalmente, perdoe você mesmo.

7 – Brincar

Quem disse que yogui precisa ser sério?
Dance, faça piadas, seja espontâneo, se tiver vontade de sorrir, sorria.
Separe tempo para se divertir, yoga é equilíbrio.
Se você não brinca não vai ter contato com os maiores mestres da yoga: animais e crianças.

8 – Aprender

Yoga é aprendizado. E este aprendizado não se limita a aula ou aos livros de yoga, este aprendizado é a todo instante.
Todos que cruzam o seu caminho são seus professores.
Muitas vezes não notamos que estamos aprendendo importantes lições sobre humildade, perdão, paciência.

Se você não aprende todos os dias em todos os lugares, sua aula e seus livros não adiantam.

Isto é tão importante que vou repetir, leia:

Se eu não aprendo todos os dias, em todos os lugares, os meus livros e as minhas aulas não adiantam.
E depois que aprender, lembre-se de:

9 – Ensinar

Para realmente dominar uma arte, você precisa ensiná-la.
Além disso, se você não ensina está roubando das pessoas que precisam de você.
Não pense que “já existem muitos professores por aí”, porque para cada aluno há um mestre, e quando você decidir começar a ensinar, seus alunos irão encontrá-lo.
Todo yogui é professor, seja ensinando a prática do yoga diretamente, seja ensinando como é viver o yoga através do seu comportamento e da sua alegria!

10 – SER

Seja a tolerância, seja o silêncio, seja a voz, seja o amor, seja a brincadeira, seja o perdão, seja o aprendiz, seja o professor, seja a luz, seja um yogui.

Namaste!

assinatura small

2 comments

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>