Algumas escolas no Brasil e em todo o mundo já descobriram um grande aliado contra a violência e a falta de atenção das crianças dentro das salas de aula. A meditação, método infalível sem contraindicações, tem sido adotada para práticas com crianças, auxiliando em seu desempenho escolar.

Um estudo realizado por cientistas de universidades renomadas como Exeter, Oxford, Cambridge mostrou a eficiência da meditação na vida dessas crianças. Em 2013, avanços positivos nas atitudes dos alunos foram percebidos depois que eles aprenderam nove lições de como controlar melhor seus níveis de estresse. Os cientistas ensinaram técnicas de meditação para 256 alunos com idade entre 12 e 16 anos e obtiveram um resultado significativo.

Além deste, outros milhares de estudos sobre o uso das técnicas de meditação dentro das escolas têm sido realizados e, em todos eles, o resultado da ação é positivo. No Brasil, um grande projeto que promove a disseminação desta prática é o “Mente Viva”. O projeto propõe que, com a prática constante da meditação, assim como da oração, o senso de objetividade e os processos de atenção, aprendizagem e memória são aprimorados.

A ciência levou este assunto a sério e resolveu se interessar no que os praticantes de yoga já sabem há muitos anos. John Denninger, psiquiatra e professor da Escola de Medicina de Harvard e diretor de uma pesquisa sobre o assunto do Hospital de Massachusetts, conduz uma pesquisa que mostrará que as práticas ancestrais podem afetar as atividades cerebrais e reduzir o estresse crônico.

Analisando as técnicas de equilíbrio do corpo e da mente o estudo pretende entender se através da meditação os alunos poderão ou não ativar alguns genes ligados ao estresse e também ao sistema imunológico. O estudo do professor John propõe salientar os resultados fisiológicos da prática meditativa, ou seja, o que acontece com o corpo enquanto meditamos. Os avanços das pesquisas prometem incrementar ainda mais o que sabemos sobre estas práticas. Os estudos serão finalizados em 2015.

A meditação, além de todos os benefícios já citados, reduz a frequência cardíaca e desacelera o funcionamento do corpo, além de aumentar a concentração de neurotransmissores como a dopamina, norepinefrina e serotonina, que fazem aumentar a sensação de prazer.

Pratique com suas crianças!

Exercício pela Paz*

Cada criança pode realizar o exercício, sentando em uma cadeira, deitado ou em pé. Pode ser feito de forma individual ou coletiva. Após alguns segundos de relaxamento e concentração na respiração, começa- se a pensar e sentir as cinco frases abaixo:

v  Eu estou em Paz

v  Minha família e meus amigos estão em Paz

v  Minha escola está em Paz

v  Meu bairro está em Paz

v   Minha cidade está em Paz

*Desenvolvido pelo Projeto “Mente Viva”

medita_info_

 

Comments