Wal-Nunes-02p-foto-vladi

Representado no nosso corpo físico na base da coluna vertebral,  na região do coccyx, entre os órgãos sexuais. Quando olhamos para esta força energética em nós, estamos lidando diretamente com a força dos nossos ancestrais, o poder da nossa tribo, de onde vem, quem são, que cultura carregamos, nossas crenças e valores, tudo aquilo que adquirimos dos nossos pais.

Mula: Significa Raiz .  Adhara: Suporte
No corpo emocional , ou  a emoção que sentimos, está relacionado com a nossa estabilidade e segurança em relação a família, sociedade e meio.
As disfunções comuns em pessoas que estão com este chakra bloqueado, são pessoas que apresentam múltipla personalidade, compulsão obsessiva, desordem, depressão, cansaço, insônia, obesidade e problemas destrutivos relacionado ao alcoolismo e drogas.
Há uma tendência ao medo de faltar algo, dinheiro, comida, medo pela sobrevivência. E quando carregamos este medo, aceitamos o primeiro trabalho, a primeira relação, só para não arriscar o desafio de encarar algo novo. Ou seja, qualquer coisa que pague as contas e nos deixe na zona de conforto, está bom.
Normalmente são padrões de pessoas que foram abandonadas ou se sentiram rejeitadas na infância e por isso sentem  a necessidade de pertencer e ser aceito por alguém, e medo de perder se do grupo.Wal-Nunes-03p-foto-vladi

Pessoas com bloqueio, ainda não aprenderam de fato a lidar em reconhecer o que é realmente carga de si mesmo ou do outro.
Definir o papel da sociedade nas nossas vidas, criar uma identidade e laço com nossa família, independente dos traumas que vivemos, é fundamental para reconhecermos quem realmente somos e dar um passo á frente em direção a nós mesmos.

Olhar para energia do chackra básico, o Muladhara, é olhar para o seu passado e limpar as mágoas e ressentimento que você carrega.

A energia que devemos cultivar para desbloquear este ponto energético em nós é a aceitação.

Aceitar que nossos pais só nos deram aquilo que também receberam.
Aceitar que nossos traumas fazem parte do nosso crescimento.
Aceitar que nossa alma escolheu passar por determinadas dores por que faz parte do nosso despertar.
Aceitar que não podemos controlar as dores que a vida pode nos causar, mas que podemos olhar para elas e tirar o melhor de cada uma delas.
O elemento da natureza ligado a este chackra é o terra, ou seja, conexão total com nossas raízes.
Para ir além, muito além, para ir longe, é preciso ter raízes fortes.
Conecte se com suas raízes e busque a força da sua ancestralidade, o poder de várias gerações para te guiar em direção ao seu verdadeiro Eu Sou. Esta é o aprendizado do Muladhara.
A lição que aprendemos é que não estamos sozinhos, somos parte de um todo, e este todo diz muito de nós.

Wal-Nunes-01p-foto-vladiAs emoções negativas para trabalhar é ressentimento e rigidez.

Emoção Positiva: Aceitação.

As palavras sagradas que definem este chackra são: Honra e Justiça!!

Asanas que podem ajudar  a se conectar e equilibrar os chackra básico são:

Tadasana – Virabhadrasana –Uttanasana e todos aqueles que trabalham força de perna e membros inferiores.

Namastê e Boa Prática

Wal Nunes

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>