Há pessoas que são afetadas por situações físicas, circunstâncias, sentimentos, condições, outras pessoas. Se o pneu furou ou se o tempo está chuvoso, sentem-se insatisfeitos, reclamam da vida. São pessoas que perdem oportunidades, deixam de realizar sonhos, chegam até a destruir relacionamentos, pessoas que ainda vivem em um estado de sono, de inconsciência e não estão presentes e em contato íntimo com a existência e as leis que regem o Universo.

As pessoas reativas perdem tempo e energia se defendendo e lutando contra coisas das quais não possuem a menor influência enquanto as proativas concentram-se em seus objetivos e não desperdiçam os seus recursos tentando mudar pessoas, manipular situações, criar uma realidade externa ilusória.

O que diferencia uma pessoa proativa de uma reativa é a ATITUDE (interna e externa) em relação às circunstâncias, pessoas, oportunidades e desafios.

O filósofo Osho escreve sobre isso em seu livro “Liberdade: A Coragem de Ser Você Mesmo”: “Alguém diz algo, faz algo, você reage. Quem é o verdadeiro dono da situação? O outro. Alguém insulta você, você fica com raiva. Alguém elogia você, você fica feliz. Você está se comportando como um escravo, como um autômato, a partir de seus condicionamentos.”

Já as pessoas proativas são guiadas por valores internos, não importam as circunstâncias; escolhem responder aos estímulos externos com base nesses valores e não com base em reações momentâneas, emoções, como raiva, ódio, orgulho, ciúmes.

A todo momento, posso escolher ser reativo ou proativo. A única coisa que pode impedir meu sucesso sou eu mesmo.

Quando a pessoa começa a entrar em um processo de autoconhecimento e auto observância, ela tende a ser mais consciente de seus atos, sentimentos e pensamentos, e consequentemente, a ser mais proativa. Ser proativo atrai boas coisas, pessoas, cria um ambiente favorável, atrai prosperidade para a vida.

O hábito da proatividade foi proposto por Victor Frankl, psiquiatra judeu, sobrevivente da Segunda Guerra. Ele defendia que a liberdade de opção humana é a única coisa que nunca pode ser retirada a menos que a própria pessoa permita que isso aconteça. Seus carrascos podiam controlar completamente a situação e o ambiente, podiam fazer o que quisessem com seu corpo mas ele era dotado de auto consciência e podia atuar como observador de seu próprio destino, sua identidade básica estava intacta e ele podia decidir dentro de si como tudo aquilo iria afetá-lo.

Uma sugestão para meditação é uma auto avaliação a partir dos itens abaixo. Lembre-se que a única pessoa a quem podemos modificar é nós mesmos.

Pessoas Reativas:
  • Ofendem-se com facilidade;
  • Culpam os outros;
  • Não procuram ler livros novos ou fazer coisas diferentes;
  • Ficam bravas e dizem coisas que se arrependem depois;
  • Lamentam e reclamam;
  • Espera que as coisas lhe aconteçam;
  • Perdem o controle de si mesmos;
  • Ficam concentrados num único problema e não saem disso, não evoluem.
Pessoas Proativas:
  • Meditam;
  • Enxergam as possibilidades;
  • Tornam-se um agente de mudança;
  • Trabalham com o que lhe resta;
  • Modificam o ciclo das coisas;
  • Assumem riscos;
  • Sentem que pode fazer;
  • Assumir a responsabilidade por sua vida.
Aí vão alguns itens que podem servir de dicas nesse processo:
  • Observe – você poderá aprender muitas coisas novas e agir de forma mais eficaz se parar algum tempo por dia para observar e refletir sobre o que faz e pensa – seja consultor de si próprio!
  • Escreva suas idéias e pensamentos – mesmo que, aparentemente, sejam absurdos. Aos poucos, você aprenderá ordenar seus conhecimentos e observações para aplicações práticas.
  • Não aja de imediato. Ao perceber mudanças ocorrendo, não faça a primeira coisa que lhe vem à mente. Reflita. Pergunte. Consulte. Pesquise na internet. Leia. Aprenda. Medite. Depois, pratique.
  • Arrisque-se a mudar. O que aconteceria se você mudasse (para melhor)? Então, motive-se e comece agir.
  • Participe de uma causa social. Você enxergará os problemas humanos de outro ângulo – verá que seus problemas são minúsculos, diante da imensidão das necessidades não supridas!
  • Escolha amigos que lhe digam a verdade (bem na cara!). Fuja dos bajuladores e prefira os corajosos.
  • Um lindo dezembro, um feliz Natal e um pleno Ano Novo!

Comments