A prática de yoga acalma a mente e aquece o coração. O contato com a respiração, com o nosso eu interior e o momento presente nos proporciona, mesmo que por alguns instantes, o vislumbre da beleza da vida e do Universo.

Quanto mais praticamos, mais nos conectamos com essa beleza, mais contentes ficamos, e aprendemos a estar em paz conosco e com o universo ao nosso redor. E eu não estou inventando isto. O cultivo da paz interior independente das circunstâncias externas  está no Yoga Sutras de Patanjali. Ele chama esse contentamento de “Santosha”. Uma atitude que o yogi cultiva em busca da vida plena, e a vida plena  é contentamento.

A prática é uma celebração da vida em si. Quando a gente faz yoga a gente é mais feliz, passamos a ver a vida mais e mais com os olhos de criança.

Como já diria o sábio poeta… ” eu fico com a pureza das respostas das crianças. É  a vida, é bonita e é bonita!”

RECEBA O BOA YOGA POR E-MAIL